VI EnGEM - Urutaí

Período de realização: 04 a 06 de maio de 2017.

Local de realização: IFGoiano Campus Urutaí, GO.

Carga Horária: 20 horas.

 

As avaliações públicas da aprendizagem em matemática dos egressos do Ensino Fundamental e Médio e da Educação de Jovens e Adultos vêm mostrando que o conhecimento desses egressos está muito aquém do desejável, alguns estudiosos chegam até a se referir a um analfabetismo matemático. Inúmeras são as causas desta situação, entre elas temos: a forma como é trabalhado o conteúdo matemático na sala de aula, a falta de qualificação dos professores de matemática e a sua devida atualização no que diz respeito, principalmente, as metodologias de ensino e ao desconhecimento das pesquisas realizadas neste campo.

A atualização dos professores de matemática, ou seja, formação continuada se faz quase sempre pela frequência em cursos formais de pequena duração, trinta ou quarenta horas ou com duração maior, no caso dos cursos de especialização. Frequentemente deixam de considerar que, devido a sobre carga de trabalho do professor, especificamente da Escola Básica, não permite que um grande contingente deles tenha condições de frequentar cursos formais.

Também é preciso considerar que a formação continuada pode ser feita de outras formas, como por exemplo, palestras e eventos (seminários, encontros ou jornadas). Os eventos envolvem uma quantidade razoável de professores dos diferentes níveis de ensino, permitindo que socializem os conhecimentos construídos pela experiência ou através da pesquisa e que se veicule ideias. A participação em eventos pode trazer novo alento aos docentes e até mesmo estimular mudanças na sua prática de ensino.

Diante do que foi, dito a regional da SBEM em Goiás e tendo como base os objetivos da Sociedade Brasileira de Educação Matemática se propõem a organizar o VI Encontro Goiano de Educação Matemática em maio de 2017. O VI EnGEM será sediado no IF-Goiano Campus Urutaí.

 Nesta perspectiva, a SBEM regional Goiás acredita que o sexto EnGEM trará, para Urutaí e região, novas possibilidades de desenvolvimento para a comunidade que de forma direta ou indireta trabalham com o ensino da matemática.